forum-economia-limpa

 

assinaturas
    

ESTE ANO, O CICLO DE DEBATES ABRALATAS 2016 ESTARÁ NO FÓRUM ECONOMIA LIMPA

20 a 21 de junho – Auditório da Unibes Cultural (SP)

O Ciclo de Debates Abralatas é um evento anual que faz parte dos trabalhos de responsabilidade social da Associação. Realizado desde 2010, promove a discussão de temas que possam estimular a produção e o consumo sustentáveis, tendo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) como pano de fundo. A temática Tributação Verde, debatida nos últimos dois anos, deu nova estatura ao evento este ano e proporcionou adesões de outros setores. O Ciclo de Debates Abralatas será a base do Fórum Economia Limpa, realizado em parceria com o jornal Folha de São Paulo.

Inscrição Gratuita

Fórum Economia Limpa

Programação

20/06/2016 – 8h30 às 13h30

Sarney-Filho9h – Palestra de abertura: A 21ª Conferência do Clima (COP 21) – José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente

O diagnóstico e compromissos. A situação mundial e brasileira diante das metas estabelecidas na COP-21. Áreas e setores em situação crítica. Consequências de curto, médio e longo prazos. O preço da inércia: o que precisa ser feito para induzir a produção e o consumo no sentido da sustentabilidade.


9h30 – Mesa 1: Empresas e sustentabilidade: Como incentivar empresas a buscarem soluções verdes? Como fazer a transição para uma economia de baixo carbono? Como aumentar a competitividade dos produtos e serviços de baixo impacto ambiental?

Participantes: Carlos Medeiros (membro do Conselho Diretor da Abralatas); Vanessa Machado (diretora de identidade organizacional do Grupo Boticário), Emiliano Graziano (gerente de Sustentabilidade da Basf na América do Sul)


10h20 – Mesa 2: A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS): Situação e perspectivas. A obrigatoriedade da implementação da logística reversa. A preocupação social. A falta de instrumentos econômicos. Eficácia no longo prazo.

Participantes: Victor Bicca Neto (presidente do Cempre – Compromisso Empresarial com a Reciclagem), Roberto Laureano Rocha (representante do Movimento dos Catadores), Valentin Aparicio Escamilla (presidente do Sindicato de Comércio Atacadista de Sucata Ferrosa e Não Ferrosa do Estado de São Paulo – Sindinesfa)


11h10 – Coffee Break


11h50 – Mesa 3: A “Tributação Verde”: A base legal e constitucional para políticas que privilegiem o tratamento diferenciado entre produtos e serviços de acordo com o seu impacto ambiental. Viabilidade de implementação no Brasil. O que tem sido feito e o que pode ser feito usando a política tributária como instrumento indutor do desenvolvimento sustentável (exemplos de casos concretos em outros países).

Participantes: Ayres Britto (ex-ministro do STF); Ana Maria Nusdeo (professora de direito ambiental da USP)

21/06/2016 – 8h30 às 13h30

9h – Palestra de abertura: Renovação da matriz energética – Marcelo Soares, presidente da Tecsis

Energia eólica, solar, biomassa são opções? Hidrelétrica pode mesmo ser considerada energia limpa? O lixo como fonte de energia no Brasil? Prédios públicos e privados devem investir em autogeração de energia?


9h30 – Mesa 4: Reciclagem: Quais são as iniciativas de maior sucesso e onde há espaço para melhorar? Quais são os materiais cuja reciclagem é mais proveitosa hoje? Onde estão os principais gargalos?

Participantes: Maria Helena Zucchi Calado (gerente de sustentabilidade do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias – Inpev); Carlos Ohde (diretor geral da Sinctronics), Milton Rego (presidente executivo da Associação Brasileira do Alumínio – Abal)


10h20 – Mesa 5: Economia circular: O modelo de Economia Circular tal como adotado na União Europeia recentemente. Principais instrumentos. Resultados esperados. A necessidade de integrar políticas para que se alcance o resultado pretendido. Mudança na estrutura de incentivos e alteração das políticas industrial e tributária como pré-requisitos para induzir a economia no sentido da sustentabilidade.

Participantes: Roberto Kishinami (coordenador do Portfólio Energia Elétrica do Instituto Clima e Sociedade); Mario Monzoni (coordenador do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP); Beatriz Luz (fundadora da Exchange for Change Brasil)


11h10 – Coffee Break


11h50 – Mesa 6: Precificação das emissões de carbono: O funcionamento de mercado mundial de carbono. Viabilidade de adoção desse modelo no Brasil. As dificuldades de implementação de um modelo global. É possível uma implementação gradual?

Participantes: Gustavo Pimentel (diretor de pesquisa da consultoria Finanças do Bem); Sérgio Leitão (diretor do Instituto Escolhas) e Suzana Kahn (coordenadora executiva do Fundo Verde da UFRJ)


Encerramento

Acesse o site Fórum Economia Limpa

Local

Auditório da Unibes Cultural

banner-principal-home

Endereço: Rua Oscar Freire, 2.500 – Sumaré – São Paulo

Unibes

Correalização


Patrocínio


Notícias

Tributarista aponta impostos que podem induzir menor impacto ambiental

O advogado tributarista, professor, escritor e jurista Ives Gandra da Silva Martins, apresentou resultados de um parecer jurídico encomendado pela Abralatas sobre a viabilidade da Tributação Verde. Ives Gandra lembrou que o sistema tributário brasileiro, apesar de...
Leia mais

Tratamento tributário pode promover economia de baixo carbono

O caminho para uma economia de baixo carbono passa, necessariamente, pela construção de uma política tributária que estimule a produção e o consumo sustentáveis. Essa foi a conclusão a que chegaram especialistas que participaram do Ciclo de Debates Abralatas 2015 –...
Leia mais

Ministros debatem desenvolvimento sustentável com a iniciativa privada

  O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (Cebds), formado por mais de 70 empresas e instituições, se reuniu em outubro com os ministros da Fazenda e do Meio Ambiente, Joaquim Levy e Izabella Teixeira, para propor o desenvolvimento...
Leia mais

Carta Aberta

Ministros recebem compromissos e propostas do setor privado para a Economia Verde O interesse por propostas do setor privado para reduzir as emissões de gases de efeito estufa atraiu, em agosto, dois representantes de peso do Governo Federal. Os ministros Joaquim Levy...
Leia mais

Especialistas avaliam a viabilidade de um sistema tributário sensível ao impacto ambiental

Às vésperas da 21ª Conferência do Clima (COP 21) que será realizada em dezembro, em Paris, o Ciclo de Debates Abralatas 2015 reúne especialistas para discutir uma política tributária que sinalize uma opção do país pelo combate ao aquecimento global Um ano após...
Leia mais

Especialistas defendem a Tributação Verde como caminho para economia de baixo carbono

Às vésperas da 21ª Conferência do Clima (COP 21), evento em São Paulo reuniu especialistas que defenderam tributação que induza a economia para a produção e o consumo de bens sustentáveis São Paulo, 9 de outubro de 2015 – Um ano após confirmar a fundamentação...
Leia mais

Ciclo de Debates Abralatas 2015

Efetividade da Tributação Sustentável será pauta da nova edição do evento No segundo semestre de 2015, em São Paulo/SP, será realizada mais uma edição do Ciclo de Debates Abralatas. O evento, que no último ano colocou a tributação sustentável em pauta, analisando sua...
Leia mais

Constituição é clara, diz ex-ministro

A criação de uma política pública que estabeleça um sistema de tributação sustentável no país foi o tema central do Ciclo de Debates Abralatas 2014 realizado no final do ano. Durante os debates, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto,...
Leia mais

Ciclo de Debates Abralatas – Certificado EducaRES

Considerado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) como uma iniciativa de destaque na área de Educação Ambiental de gestão de resíduos sólidos e inspirador à aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), o Ciclo de Debates da Abralatas recebeu, em 2014, o...
Leia mais

Contato

Ficou com alguma dúvida? Fale com a gente!

O seu nome (obrigatório)

O seu e-mail (obrigatório)

A sua mensagem